quinta-feira, 26 de julho de 2012

quatro e quinze ou sete e meia

Você me abraça. Naquele gesto cuidadoso de quem envolve e sente. Suas mãos no meio das minhas costas. As minhas te puxando pra mais perto. A gente se olha e sorri. Porque é inevitável quando te olhos nos olhos. E você me aperta mais forte e com ainda mais carinho. Volto para aquele cantinho que é tão meu quanto teu cheiro. E fico. E assim a gente recomeça. Do jeito que começou. Sem dizer nenhuma palavra. Bastando estar.

certo é estar perto sem estar.

Sei apenas que prefiro ser a mulher para quem ele corre do que aquela de quem ele foge, e de certa forma, garanti essa situação não ficando por perto.

 "Você me fez sentir de novo o que eu
Já não me importava mais
Você me faz tão bem"
- Detonautas

quarta-feira, 25 de julho de 2012

our secret.

- O que quis dizer foi que uma pessoa não pode deixar de crescer ou de ficar mais velha.
- Uma pessoa talvez não possa - disse Humpty Dumpty -, mas duas podem.

It's a secret - he was talking about us.

terça-feira, 24 de julho de 2012

A gente se apaixona pelo jeito da pessoa. Não é porque ele cita Camões, não é porque ela tem olhos azuis. É o jeito dele de dizer versos em voz alta como se ele mesmo os tivesse escrito pra nós; é o jeito dele de piscar demorado seus lindos olhos, como se estivesse em câmera lenta. O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir. Vá tentar explicar isso!

147km/h

E aí eu lembrei do modo absurdo que a gente se conheceu. De como você me ganhou aos poucos, mas de maneira definitiva. E sorri como só as pessoas mais sortudas do mundo fazem. E te quis comigo da maneira que só os que realmente amam querem. O preço que uma história de amor cobra para ser real é grande. Mas vale cada capítulo.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

era melhor

Não era amor, era uma sorte. Não era amor, era uma travessura. Não era amor, eram dois travesseiros. Não era amor, eram dois celulares no silencioso. Não era amor, era de tarde. Não era amor, era verão. Não era amor, era sem medo. Não era amor. Era melhor.

ânsia.


Quero dormir ao seu lado e fazer suas compras e carregar suas sacolas e lhe dizer o quanto eu amo estar com você mas eles continuam me obrigando a fazer coisas estúpidas.
Eu quero brincar de esconde-esconde e lhe dar minhas roupas e lhe dizer que eu gosto dos seus sapatos e me sentar na escada enquanto você toma banho e massagear seu pescoço e beijar seus pés e segurar sua mão e sair pra comer e não me importar quando você comer a minha comida e me encontrar com você no Rudy e falar sobre como foi o dia e datilografar suas cartas e carregar suas caixas e rir da sua paranóia e lhe dar fitas que você não vai ouvir e assistir a bons filmes e assistir a filmes horríveis e reclamar do rádio e tirar fotos de você quando você estiver dormindo e levantar pra lhe trazer café e torradas e geléia 
e ir ao Florent e tomar café à meia noite e deixá-la roubar meus cigarros e nunca achar os fósforos e contar para você o programa de TV que eu vi na noite passada e ir com você ao oculista e não rir das suas piadas e desejá-la de manhã mas deixá-la dormir mais um pouco e beijar suas costas e acariciar sua pele e lhe dizer o quanto eu amo seu cabelo seus olhos seus lábios seu pescoço sua bunda sua
e me sentar na escada e fumar até seu vizinho chegar em casa e preocupar quando você estiver atrasada e me surpreender quando você chegar mais cedo e lhe dar girassóis e ir à sua festa e dançar até não poder mais e me desculpar quando eu estiver errado e ficar feliz quando você me perdoar e olhar suas fotos e desejar tê-la conhecido desde sempre e ouvir sua voz no meu ouvido e sentir sua pele na minha pele e ficar assustado quando você se zangar e um dos seus olhos ficar vermelho e o outro azul e seu cabelo cair para a esquerda e seu rosto parecer oriental e lhe dizer que você é deslumbrante e abraçá-la quando você estiver ansiosa e segurá-la quando você se machucar e desejá-la toda vez que eu sentir seu cheiro e magoá-la quando eu tocar em você e choramingar quando não estiver e babar nos seus seios
e cobri-la de noite e sentir frio quando você tirar meu cobertor e calor quando você não o tirar e me derreter quando você sorrir e me dissolver quando você gargalhar e não entender por que você acha que eu a estou rejeitando quando eu não a estou rejeitando e me perguntar como você pôde achar que alguma que alguma vez eu a rejeitei e me perguntar quem é você e aceitá-la de qualquer jeito e lhe falar sobre o anjo da árvore o menino da floresta encantada que voou através do oceano porque ele a amava 
e escrever poemas para você e me perguntar por que você não acredita em mim e ter um sentimento tão profundo que eu não consiga encontrar palavras para expressá-lo e querer lhe comprar um gatinho do qual eu ficaria com ciúmes por que você daria mais atenção a ele do que a mim e segurá-la na cama quando você tiver que ir embora e chorar feito criança quando você finalmente for embora
e me livrar das pontas e lhe comprar presentes que você não gosta e levá-los de volta e pedi-la em casamento e ouvi-la dizer não mais uma vez mas continuar pedindo porque apesar de você achar que eu não estou falando sério eu sempre falei sério desde a primeira vez que a pedia em casamento 
e andar pela cidade achando que ela está vazia sem você e querer o que você quiser e achar que estou me perdendo  mas saber que estou seguro quando estou com você e lhe contar o que eu tenho de pior e tentar lhe dar o que eu tenho de melhor simplesmente porque é isso que você merece e responder às suas perguntas  quando eu teria preferido não responder a elas e lhe dizer a verdade mesmo quando eu não o queira e tentar ser honesto por que eu sei que você prefere assim
e  achar que está tudo acabado mas demorar-me por mais uns dez minutos ao menos antes de você me expulsar da sua vida e se esquecer de mim e tentar ficar mais perto de você porque é maravilhoso  aprender a conhecê-la e vale a pena o esforço e falar muito mal em alemão com você e pior ainda em hebraico e fazer amor com você às três da manha e de algum modo de algum modo de algum modo expressar um pouco deste esmagador imortal irresistível incondicional envolvente revigorante vivificante ininterrupto infindável amor que eu sinto por você.

terça-feira, 10 de julho de 2012

estrelas

Eu sei que você vê tudo que eu faço
Eu sei que você lê tudo o que escrevo
Escrevo pra você.
Entretantos. Entre tantos momentos, pensamentos, acasos, casos. Entre tantas histórias, tantas memórias, tantas horas… Ali estava o teu sorriso, fazendo pouco de minhas forças. Entre tantas falhas, tantos canalhas, tantas esquinas, corações, emoções e meninas… Eu vi o teu olhar destacando-se como caneta amarela. Entre tantas belezas, incertezas, risadas, poesias, ironias e cantadas… Senti o teu carinho como vento formando ondas. Entre bilhões de gente e poucas pessoas, entre tantos desejos, loucuras e vícios, é você que eu quero. Mas ainda convivemos entre tantos “entretantos” que a vontade de seguir adiante se limita ao coração, pois minhas pernas cansaram-se de tantas vírgulas. Entre tantos tempos, tantas paixões, tantas rimas, tantos sentimentos ainda mais ranzinzas que os meus… Ainda te espero, ainda te escrevo, ainda te amo, ainda sou e pra sempre serei somente tua.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

verdades

Chorar não resolve,
 falar pouco é uma virtude,
aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoismo.

Para qualquer escolha se segue alguma consequência, 
vontades efêmeras não valem a pena, 

quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, 
mas quem faz dez, com certeza faz onze. 

Perdoar é nobre, 
esquecer é quase impossível. 

Quem te merece não te faz chorar, 
quem gosta cuida, 

o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente, 
não é preciso perder pra aprender a dar valor, 
e os amigos ainda se contam nos dedos. 

Aos poucos você percebe o que vale a pena, 
o que se deve guardar pro resto da vida, 
e o que nunca deveria ter entrado nela. 

Não tem como esconder a verdade, 
nem tem como enterrar o passado, 

o tempo sempre vai ser o melhor remédio, 
mas seus resultados nem sempre são imediatos.
Charles Chaplin

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Right Now

Akon