segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

uma boa carta.

Querido Papai Noel,
Peço que neste Natal o Senhor faça nevar, se isso for difícil pode mandar uma chuvinha, ou um ventinho, ou um ar-condicionado, ou um ventilador mais potente que o meu, na verdade tô aceitando até um legue style drag queen de presente... E o aconselho a vir com roupas leves!

Ps: Fui uma boa menina esse ano :)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

fui ali ser feliz e não volto.

Então sim, fui fria e cortei qualquer laço que ainda poderia nos ligar. Algumas coisas simplesmente devemos deixar ir, antes não ter e seguir em paz do que sofrer por ter apenas uma parte e isso não significar quase nada. Foi assim que sem dor ou peso na consciência eu desisti de você.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

acontece.

E reza, reza muito pra não aparecer ninguém que mexa comigo enquanto você fica brincando de não saber o que quer. Porque eu sou amor, e ainda que não seja o seu, essa é a minha essência. E você não deve acreditar muito nessa ideia, pelas tantas vezes que eu quase fui, mas um dia eu vou… sempre foi assim. Mas deixa eu te contar um segredo: se eu for, eu não volto

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

macaé


Se eu tiver coragem de dizer que eu meio gosto de você
Você vai fugir a pé?
E se eu falar que você é tudo que eu sempre quis pra ser feliz
Você vai pro lado oposto ao que eu estiver?

Eu queria tanto que você não fugisse de mim
Mas se fosse eu, eu fugia

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Apaga a luz e chega perto

Pra eu te mostrar os meus segredos
Você dormiu sem me dizer as coisas boas do seu dia
E eu saí sem te contar que o que importa nessa vida
É só deixar rolar...

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

só apareço, por assim dizer, quando convém aparecer...

E mesmo que você sempre tenha escolhido outros caminhos, você voltava para mim. Todas as vezes, voltava para mim, como quem estava voltando para a casa. E as despedidas foram muitas, praticamente todos os capítulos sendo protagonizados por alguma delas. Despedidas sem adeus. E chegadas sem permissão. Você me atropela, me rasga, me mata. E eu te salvo, uma vez que quando você volta é porque precisa ser salvo, e eu ainda sou o resquício de salvação que você tem. Um pouco de amor sincero que você encontra, quando as portas de bares não te satisfazem mais. E agora, me pergunto se você se lembra do começo com certa saudade ou vontade de ficar. Quase pareço uma menininha apoiada sobre a ponta dos pés te olhando com curiosidade, querendo ouvir a sua resposta, ansiosa por ela… A gente nunca aceita o fim do que não deveria ter fim. Porque, da mesma forma que eu soube que seria você o causador das minhas insônias e dos meus maiores sonhos quando te olhei pela primeira vez, eu sei que você não se esvair de mim. E sei que não quero me esvair de você.

domingo, 11 de novembro de 2012

menos a princesa

Achei que fosse um elogio, se espalhando sobre mim como flocos de neves brilhantes, porém, tinha um sentido diferente. Era uma gota de veneno misturada na neve recém-caída. Era aquele momento do conto de fadas, quando todo mundo sabe o que aconteceu, menos a princesa.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

eu tinha tanto medo de passar muito tempo fazendo na mesma coisa com medo de perder outras oportunidades... mal sabia eu que oportunidades são como conchinhas no mar.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

I knew I hadn't met my match,
But every moment we could snatch,
I don't know why I got so attached.
It's my responsibility,
And you don't owe nothing to me,
But to walk away I have no capacity.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Eu te quero, na medida do impossível. Pega no meu queixo e diz que não sou só eu que sinto medo aqui. Faça alguma coisa ruim, qualquer coisa que me impeça imediatamente de sentir esse amor absurdo por você. Estou nas suas mãos e isso não é uma metáfora. Porque eu já não sei mais nada.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

J'en connais

J'en connais qui vont dire,
Que je suis bonne à maudire,
 Et moi ça me fait sourire...

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

e confessei

que aquela música era sua. que é. e que sempre será.
"depois de você, os outros são os outros e só.."

e estava sendo honesta, como esperava o Leoni.
você levou numa boa. (:

e caso encerrado.

So he calls me and he's like
'I still love you'
And I'm just like 'this is exhausting'
We are never getting back together
Like ever

We are never ever ever getting back together
We are never ever ever getting back together
You go talk to your friends talk to my friends talk to me
But we are never ever ever ever getting back together
 Taylor Swift

terça-feira, 4 de setembro de 2012

amo amo amo amo amo

como descrever todo esse amor que eu estou sentindo agora?

sábado, 18 de agosto de 2012

Eu gosto de você e gosto de ficar com você...

Queria te contar tudo de mim, às vezes penso se isso realmente seria possível, mas olha, pra que isso aconteça você tem que estar preparada, saiba que eu quero te proteger e não te magoar.. Então acredite no que eu digo, sem 'mas', apenas acredite, eu tou tentando também me fazer conhecer só que você sabe eu sou bem confusa, mas tou tentando mesmo.. Então, por favor, confia em mim. Eu sei que algumas coisas podem parecer surreais, outras vão ser difícil de entender, mas se você não se apegar tanto a parte de 'fazer sentido', você vai me conhecer bem e você vai ver que o resto que vier vai ser mais fácil.


Ps.: Não é que eu quero substituir ela na minha vida, mas é verdade que eu sinto saudade da cumplicidade que a gente tinha e de como tudo fluia mais fácil :/

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

entre outras coisas, você.

Claro que eu adoro minha casa, meus amigos, meus livros, músicas. Tenho uma vida ótima. Mas nenhuma dessas coisas se comparava ao prazer que eu tinha ao ouvir o barulhinho de uma mensagem chegando. Ou de quando o telefone tocava e eu sabia que era ele e o meu coração disparava tanto que eu tinha medo de morrer antes de falar "alô".

quinta-feira, 26 de julho de 2012

quatro e quinze ou sete e meia

Você me abraça. Naquele gesto cuidadoso de quem envolve e sente. Suas mãos no meio das minhas costas. As minhas te puxando pra mais perto. A gente se olha e sorri. Porque é inevitável quando te olhos nos olhos. E você me aperta mais forte e com ainda mais carinho. Volto para aquele cantinho que é tão meu quanto teu cheiro. E fico. E assim a gente recomeça. Do jeito que começou. Sem dizer nenhuma palavra. Bastando estar.

certo é estar perto sem estar.

Sei apenas que prefiro ser a mulher para quem ele corre do que aquela de quem ele foge, e de certa forma, garanti essa situação não ficando por perto.

 "Você me fez sentir de novo o que eu
Já não me importava mais
Você me faz tão bem"
- Detonautas

quarta-feira, 25 de julho de 2012

our secret.

- O que quis dizer foi que uma pessoa não pode deixar de crescer ou de ficar mais velha.
- Uma pessoa talvez não possa - disse Humpty Dumpty -, mas duas podem.

It's a secret - he was talking about us.

terça-feira, 24 de julho de 2012

A gente se apaixona pelo jeito da pessoa. Não é porque ele cita Camões, não é porque ela tem olhos azuis. É o jeito dele de dizer versos em voz alta como se ele mesmo os tivesse escrito pra nós; é o jeito dele de piscar demorado seus lindos olhos, como se estivesse em câmera lenta. O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir. Vá tentar explicar isso!

147km/h

E aí eu lembrei do modo absurdo que a gente se conheceu. De como você me ganhou aos poucos, mas de maneira definitiva. E sorri como só as pessoas mais sortudas do mundo fazem. E te quis comigo da maneira que só os que realmente amam querem. O preço que uma história de amor cobra para ser real é grande. Mas vale cada capítulo.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

era melhor

Não era amor, era uma sorte. Não era amor, era uma travessura. Não era amor, eram dois travesseiros. Não era amor, eram dois celulares no silencioso. Não era amor, era de tarde. Não era amor, era verão. Não era amor, era sem medo. Não era amor. Era melhor.

ânsia.


Quero dormir ao seu lado e fazer suas compras e carregar suas sacolas e lhe dizer o quanto eu amo estar com você mas eles continuam me obrigando a fazer coisas estúpidas.
Eu quero brincar de esconde-esconde e lhe dar minhas roupas e lhe dizer que eu gosto dos seus sapatos e me sentar na escada enquanto você toma banho e massagear seu pescoço e beijar seus pés e segurar sua mão e sair pra comer e não me importar quando você comer a minha comida e me encontrar com você no Rudy e falar sobre como foi o dia e datilografar suas cartas e carregar suas caixas e rir da sua paranóia e lhe dar fitas que você não vai ouvir e assistir a bons filmes e assistir a filmes horríveis e reclamar do rádio e tirar fotos de você quando você estiver dormindo e levantar pra lhe trazer café e torradas e geléia 
e ir ao Florent e tomar café à meia noite e deixá-la roubar meus cigarros e nunca achar os fósforos e contar para você o programa de TV que eu vi na noite passada e ir com você ao oculista e não rir das suas piadas e desejá-la de manhã mas deixá-la dormir mais um pouco e beijar suas costas e acariciar sua pele e lhe dizer o quanto eu amo seu cabelo seus olhos seus lábios seu pescoço sua bunda sua
e me sentar na escada e fumar até seu vizinho chegar em casa e preocupar quando você estiver atrasada e me surpreender quando você chegar mais cedo e lhe dar girassóis e ir à sua festa e dançar até não poder mais e me desculpar quando eu estiver errado e ficar feliz quando você me perdoar e olhar suas fotos e desejar tê-la conhecido desde sempre e ouvir sua voz no meu ouvido e sentir sua pele na minha pele e ficar assustado quando você se zangar e um dos seus olhos ficar vermelho e o outro azul e seu cabelo cair para a esquerda e seu rosto parecer oriental e lhe dizer que você é deslumbrante e abraçá-la quando você estiver ansiosa e segurá-la quando você se machucar e desejá-la toda vez que eu sentir seu cheiro e magoá-la quando eu tocar em você e choramingar quando não estiver e babar nos seus seios
e cobri-la de noite e sentir frio quando você tirar meu cobertor e calor quando você não o tirar e me derreter quando você sorrir e me dissolver quando você gargalhar e não entender por que você acha que eu a estou rejeitando quando eu não a estou rejeitando e me perguntar como você pôde achar que alguma que alguma vez eu a rejeitei e me perguntar quem é você e aceitá-la de qualquer jeito e lhe falar sobre o anjo da árvore o menino da floresta encantada que voou através do oceano porque ele a amava 
e escrever poemas para você e me perguntar por que você não acredita em mim e ter um sentimento tão profundo que eu não consiga encontrar palavras para expressá-lo e querer lhe comprar um gatinho do qual eu ficaria com ciúmes por que você daria mais atenção a ele do que a mim e segurá-la na cama quando você tiver que ir embora e chorar feito criança quando você finalmente for embora
e me livrar das pontas e lhe comprar presentes que você não gosta e levá-los de volta e pedi-la em casamento e ouvi-la dizer não mais uma vez mas continuar pedindo porque apesar de você achar que eu não estou falando sério eu sempre falei sério desde a primeira vez que a pedia em casamento 
e andar pela cidade achando que ela está vazia sem você e querer o que você quiser e achar que estou me perdendo  mas saber que estou seguro quando estou com você e lhe contar o que eu tenho de pior e tentar lhe dar o que eu tenho de melhor simplesmente porque é isso que você merece e responder às suas perguntas  quando eu teria preferido não responder a elas e lhe dizer a verdade mesmo quando eu não o queira e tentar ser honesto por que eu sei que você prefere assim
e  achar que está tudo acabado mas demorar-me por mais uns dez minutos ao menos antes de você me expulsar da sua vida e se esquecer de mim e tentar ficar mais perto de você porque é maravilhoso  aprender a conhecê-la e vale a pena o esforço e falar muito mal em alemão com você e pior ainda em hebraico e fazer amor com você às três da manha e de algum modo de algum modo de algum modo expressar um pouco deste esmagador imortal irresistível incondicional envolvente revigorante vivificante ininterrupto infindável amor que eu sinto por você.

terça-feira, 10 de julho de 2012

estrelas

Eu sei que você vê tudo que eu faço
Eu sei que você lê tudo o que escrevo
Escrevo pra você.
Entretantos. Entre tantos momentos, pensamentos, acasos, casos. Entre tantas histórias, tantas memórias, tantas horas… Ali estava o teu sorriso, fazendo pouco de minhas forças. Entre tantas falhas, tantos canalhas, tantas esquinas, corações, emoções e meninas… Eu vi o teu olhar destacando-se como caneta amarela. Entre tantas belezas, incertezas, risadas, poesias, ironias e cantadas… Senti o teu carinho como vento formando ondas. Entre bilhões de gente e poucas pessoas, entre tantos desejos, loucuras e vícios, é você que eu quero. Mas ainda convivemos entre tantos “entretantos” que a vontade de seguir adiante se limita ao coração, pois minhas pernas cansaram-se de tantas vírgulas. Entre tantos tempos, tantas paixões, tantas rimas, tantos sentimentos ainda mais ranzinzas que os meus… Ainda te espero, ainda te escrevo, ainda te amo, ainda sou e pra sempre serei somente tua.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

verdades

Chorar não resolve,
 falar pouco é uma virtude,
aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoismo.

Para qualquer escolha se segue alguma consequência, 
vontades efêmeras não valem a pena, 

quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, 
mas quem faz dez, com certeza faz onze. 

Perdoar é nobre, 
esquecer é quase impossível. 

Quem te merece não te faz chorar, 
quem gosta cuida, 

o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente, 
não é preciso perder pra aprender a dar valor, 
e os amigos ainda se contam nos dedos. 

Aos poucos você percebe o que vale a pena, 
o que se deve guardar pro resto da vida, 
e o que nunca deveria ter entrado nela. 

Não tem como esconder a verdade, 
nem tem como enterrar o passado, 

o tempo sempre vai ser o melhor remédio, 
mas seus resultados nem sempre são imediatos.
Charles Chaplin

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Right Now

Akon

terça-feira, 19 de junho de 2012

feeling this.

This place was never the same again after you came and went
How could you say you meant anything different to anyone
Look to the past and remember and smile
And maybe tonight I can breath for a while
I'm not in this scene I think I'm falling asleep  

But then all that it means is I'll always be dreaming of you
Fate fell short this time (...)
blink.182

quinta-feira, 14 de junho de 2012

ela só queria ajudar,

e por se importar demais a garota, que já era torta, ia ficando cada vez mais torta e sozinha.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

every day is a sunday evening

You know, it’s been said that we just don’t recognize the significant moments of our lives while they’re happening. We grow complacent with ideas, or things or people and we take them for granted and it’s usually not until that thing is about to be taken away from you that you’ve realized how wrong you’ve been that you realized how much you need it, how much you love it. Life is funny sometimes. It can push pretty hard. But if you look close enough, you can find hope in the words of children, in the bars of the song and in the eyes of someone you love. And if you’re lucky, I mean, if you’re the luckiest person on this entire planet, the person you love decides to love you back.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

ele se foi.

e levou junto meu sossego.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

dedicado a:

And she kissed me. It was the kind of kiss that I could never tell my friends about out loud. It was the kind of kiss that made me know that I was never so happy in my whole life.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Era uma vez um coração de amores (Im)Perfeitos...

E teve quem o achou louco...
E teve quem o achou feliz...
E teve quem simplesmente nada achou...

Estes, o entenderam como ninguém.

sexta-feira, 30 de março de 2012

done.done.done

Take chances. Tell the truth. Date someone totally wrong for you. Say no. Spend all your cash! Fall in love. Get to know someone random. Be random. Say I love you. Sing out loud. Laugh at a stupid joke. Cry. Get revenge. Apologize. Tell someone how much they mean to you. Tell the asshole what you feel. Let someone know what they’re missing. Laugh til your stomach hurts.

sexta-feira, 23 de março de 2012

578

We don’t want to do anything apart from drink cups of tea and read books and have fun. I’m tired of going to work in the mornings, so I think we should just stay in bed and think of fun things to do. Perhaps we can make a movie or go on a road trip or just write a couple of books about our lives. We could make up stories and ignore all the bad things inside us. We could pretend that all the bad things have left us for good.

quinta-feira, 22 de março de 2012

about:

Ela era assim mesmo, dessas garotas bem tortas. E gostava de ser assim, diferente. Ela provocava risos, e tinha a ironia na ponta da língua. Sabia usar o sarcasmo como ninguém. Ela não era de sorrisos fáceis, mas sempre que sorria, fazia-o com os lábios, e também com os olhos. Ela conservava seus amigos, que não eram muitos, mas sim, eram os melhores. Como eu disse, ela era torta, errada, mas era ela sem artifícios, sem muitos enfeites, porque ela fazia questão de dizer “eu quero que as pessoas gostem de mim pelo que eu sou”. Ela era certa, e errada. Cheia de imperfeições incorrigíveis. E o melhor de tudo é que ela ainda gosta de ser assim, torta. 

And I learned what is obvious to a child.
That life is simply a collection of little lives,
each lived one day at a time.
That each day should be spent finding beauty in flowers
and poetry and talking to animals.
That a day spent with dreaming and sunsets
and refreshing breezes cannot be bettered.
But most of all, I learned that life
is about sitting on benches next to ancient creeks
with my hand on her knee and sometimes,
on good days, for falling in love
.the notebook.

757

If we could hang out or something, then that would be awesome. We don’t have to do anything crazy or spend lots of money though. We could just walk around and talk for a bit. We could talk about what we want to be when we grow up or what books we’ve just read or how we hate this stupid little town we both live in. We could talk until the night comes down and falls all over us.

segunda-feira, 19 de março de 2012

754

I know I’m not that strong or smart, and that you must be really crazy to want to hang out with me, but I need to tell you that you’re amazing. You make me want to keep going. You make everything better. And I know that you’re different and strange and beautiful, so I’ll try and keep you safe and happy while the world is falling apart. I will really try.

quinta-feira, 15 de março de 2012

mas guardei tuas cartas com letra de fôrma

E eu que pensei que eu sabia tudo
Mas se é você eu não sei nada.

.Ana Carolina. 

terça-feira, 13 de março de 2012

she. really. always. knows


but she knows she has a curse on her,
a curse she cannot win.
for if someone gets
too close to her,
the pins stick farther in.

domingo, 11 de março de 2012

suas palavras e o jeito que você escolheu pra dizê-las me fez pensar no que você pensava de mim. E embora, possa fazer sentido (pelo menos pra você) nem tudo é como você diz. Se você não sabe a diferença, então tá na hora de pensar que você não me conhece o suficiente e nem poderá compreender se eu for lhe contar como é realmente. Não lhe culpo, mas também não espero que entenda.

Lembre-se disso: "Nao é de repente, é aos pouquinhos que as coisas acontecem." (Caio F.)

sexta-feira, 9 de março de 2012

Don't want nothing less cause I'm sure you're the best
You're the one, So I let you
that's how you show me love
I like you way you put it down likes its for both of us..

quinta-feira, 8 de março de 2012

bem me quer, mal me fez...

Eu queria ter de volta a verdade de outro dia
Eu queria esquecer e sorrir quando você voltar 
mas meu amor... quem quer ficar, fica.

quarta-feira, 7 de março de 2012

É, quando você vem eu não tenho mais paz nem sossego.
Nem medo.
Porque é só quando você vem que eu posso viver.

sábado, 3 de março de 2012

e nada mais (:

E, fatalmente, vão se cruzar por aí. São tantas as esquinas. Vocês vão beber um café quente juntos, falar amenidades, sobre novos cortes de cabelo, você está bonita, e você mais maduro, como está sua mãe e tudo mais. Nos momentos de silêncio, baixarão o queixo, com medo de amarrar olhares e, talvez, voltar tudo aquilo outra vez. Mas vai ser só isso.
Eu gosto do claro quando é claro que você me ama. Eu gosto do escuro no escuro com você na cama. Eu gosto do não se você diz não viver sem mim. Eu gosto de tudo, tudo o que traz você aqui. Eu gosto do nada, nada que te leve para longe. Eu amo a demora sempre que o nosso beijo é longo. Adoro a pressa quando sinto sua pressa em vir me amar. Venero a saudade quando ela está pra terminar. Mande um buquê de rosas. Rosas ou salmão. Versos e beijos e o seu nome no cartão. Me leve café na cama amanhã. Eu finjo que eu não esperava. Gosto de fazer amor fora de hora. Lugares proibidos com você na estrada. Adoro surpresas sem datas. Chega mais cedo, amor. Eu finjo que eu não esperava. Eu gosto da falta quando falta mais juízo em nós. E de telefone, se do outro lado é a sua voz. Adoro a pressa quando sinto sua pressa em vir me amar. Venero a saudade quando ela está pra terminar

sexta-feira, 2 de março de 2012

menina.

Teu sorriso eu vou deixar na estante para eu ter um dia melhor
Tua água eu vou buscar na fonte teu passo eu já sei de cor
Sei nosso primeiro abraço, sei nossa primeira dor
Sei tua manhã mais bonita, nossa casinha de cobertor
teatro mágico
E a vida se resume assim
Rir da loucura
Praticar a doçura
E dar amor sem fim.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Me entenda

E em dias assim, sempre me vem uma vontade de ter escrever alguma coisa bem bonita. Algo que te faça entender que desde o primeiro momento eu te amei, e amo.
E te quero. E espero. Claro.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

find the one you can be yourself in front of, you can say anything to, you can laugh, you can smile, you can cry, scream, kiss, and hug. y'all can fight, make up at the end of the night and he'd still be crazy about you

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Último post

Eu sinto muito por mim. Mas eu sinto muito, por você também. Muito amor.

Não é fácil - Marisa Monte

Um dia alguém vai se apaixonar pelo seu sorriso
torto. Alguém vai precisar ouvir a sua voz antes de dormir e querer o seu bom dia para começar bem. Um dia alguém irá querer carregar as suas dores consigo e trazer um pouco de alívio. Esse alguém também irá aceitar as suas falhas, perdoa os seus maus entendidos e respeitar os seus silêncios mesmo que não entenda. Alguém com quem você poderá até ter… brigas exageradas, mas nunca irá embora. Alguém cuja a palma da mão, você terá decorado cada detalhe e cravado a marca dos seus dedos entrelaçados. Um alguém fará você chorar e vice-versa, porém, terá um abraço que acolherá todos os erros. Alguém que talvez te odeie um dia e ame no outro - ou no mesmo -, mas que invada diariamente o seu corpo de sensações únicas. Um alguém que te leva junto toda vez que parte, e te faz oscilar entre a vida e a morte em segundos de amor. Um alguém cuja alma te pertence desde sempre. Um dia um encontro marcará o que somente os olhos registrarão. Um dia, inesperadamente, alguém anula o resto do mundo para você. E você descobrirá, rapidamente, que esse alguém não poderia ser de mais ninguém, e nem você.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

L'amour

L'amour pas pour moi
C'est une embuscade
Et l'amour, je laisse tromber!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

A gente tenta esquecer, deixar de lado e aliviar o peito, mas quando se vive uma relação especial, um fato simples como um espirro te faz lembrar de quem você gosta. Espirros daqui, trilhas sonoras dali e ao seu redor, casais apaixonados ganham certa evidência. O mundo parece conspirar a favor do seu sofrimento, da ausência, da saudade interminável que deságua noite afora. Amar é assim. Vicia mesmo, não adianta fazer de conta e fingir que não é com você. E o sofrimento faz parte, é o preço, o risco que você aceita quando se envolve com alguém. Ah sim! Devia existir uma cláusula que nos garantisse a eternidade do amor ou que nos desse certeza de que tudo que fora prometido será cumprido à risca, palavra por palavra. Mas a realidade é outra. .. Não existe nenhuma cláusula. O amor não é um contrato - e nós, não somos de ninguém senão de nós mesmo.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Ele & Ela

Ele até sorriu quando a viu partir
Disse em tom gentil: - vai na paz de Deus
- Mas não suportou a dor que se seguiu
Quando ao acordar, sentiu faltar
Nos braços seus um outro par

Ela até sorriu quando o viu sorrir

Sem querer fingiu não doer o adeus
Mas enfim cruzou a porta que se abriu
Sempre a disfarçar que tanto doeu
E o seu olhar só fez negar

Tanta coisa por falar 
Tanta mágoa a esconder
Tanto sonho a resgatar
Nessa mala por fazer

Se enganasse a solidão

Tanto trago, tanto bar
Mas pra ser de coração
Bem melhor não se pensar

Não é só pedir perdão

Pois se sabe
Perdoar é divino
Mas não somos Deus

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

tu-do beeem

Tô esperando um ônibus,
um táxi,
um trator,
até uma carroça.
Desde que o destino seja a felicidade,
tudo bem.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

conversa do celular

eu: e esse furacão aí, que barulho é esse?
P1: é o dinheiro na minha mão.
eu: olhe, quando eu perguntar algo a você, vc me responda algo que tem sentido..
P1: e eu falei.
eu: falou o quê?
P1: algo com sentido.
eu: ham? aonde? o que tem haver dinheiro com vento?

(GRAND FINALE)
P1: É QUE DINHEIRO NA MÃO É VENDAVAL!

todos chora.